Após algum tempo longe do blog… Muito trabalho, pouco tempo…
Enfim, acho que temos algumas linhas pra postar aqui.

DESPERTANDO

Um solavanco.
Uma névoa nos olhos.
O despertar de um sonho acordado.
Um pequeno divago.
Foi apenas um copo quebrado.
E tudo se perde no trepidar da carruagem.

(…)

Somos uma força incontrolável.
Somos as crianças do campo.
E estamos caminhando.
Cada dia um passo a frente.

(…)

Somos a voz da estrada.
Uma estrada que grita.
Cada vez mais alto.

(…)

Prepare-se mundo.
Não estamos chegando.
Estamos aqui.

Meu único vício…

O pobre coitado lamenta-se:

– Sempre fui um homem de bem e no entanto veja só o estado em que me encontro. Nunca tive muitos vícios, na verdade eu tinha somente UM ÚNICO vício! Um vício quase irrelevante, que apenas consistia em bater a cinza do cigarro dentro do copo de whisky quando eu jogava poker lá no puteiro… No entanto, veja só.

Metrópole

Combustível, suor e carbono…
Tudo se mistura no ar.

Stress, cafeína, depressão, individualismo, consumo, divisão…
Somam-se as máquinas, o trabalho e o capital…
E aí então, temos o pulsante coração da nossa temida Babilônia.

E ali, em meio as colunas do sistema, se ergue a bela metrópole…
O covil dos vícios e palco da triste Valsa dos Condenados.
Onde tudo, por fim, se dissolve em álcool e alcatrão.

Agilidade, pressa, muita pressa…

E no final é só o pó, as cinzas e o caos.
Correr, correr…
Tantos compromissos pra atender…
Que no fim, viver se torna só mais um sonho distante.

_________

É, meu amigo.
Bobeou na praça, Babilônia te abraça…
Fica a dica.

vida

s. f.
1 Período de tempo que decorre desde o nascimento até à morte dos seres. 2 Princípio de existência, de força, de entusiasmo, de atividade. 3 Fundamento, essência, causa, origem…
_____________
 
É verdade, ninguém pede pra nascer. Mas depois que nascemos ninguém diz que vai ser fácil, muito pelo contrário, assim que colocamos os pés nesse mundo doido já recebemos uma bela de uma palmada, que é pra já ir se acostumando a apanhar da vida.
Ah, a vida… Esse ser ingrato que te abraça, te ensina, depois te enche de pontapés e te abandona sem dó nem piedade.
Sim, essa é a vida. Mas apesar de tudo, pode ser muito divertida.

Não, muito obrigado. Mas eu não quero participar.

É o SEU deus.
É a SUA crença.
E é VOCÊ que vai pro inferno.

Por favor, me deixe aqui, em paz com o meu caos, a minha cerveja e com os poemas sujos do velho Buk.

PECADO É NÃO VIVER A VIDA!

Preguiça…

Ai, ai…
As vezes uma preguiça maldita chega e toma conta de mim.
Parece que vai até as unhas dos pés.
Sabe aquela preguiça que você nega qualquer coisa se precisar levantar?
As vezes vem do cansaço, as vezes é simplesente preguiça e só.
Mas não devo me sacrificar, até porque a preguiça é a mãe do progresso. E se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda. Já dizia Mário Quintana.
Além do mais, sendo mãe do progresso, a preguiça se encontra na categoria das mães. Sendo assim, é preciso respeitá-la.

Salve a preguiça!

A vida imita a carne.
Sangra.
Seca.
Arde.

Os Funerais do Coelho Branco

Muito tempo longe do bloguinho…
Enfim voltei. (Haha, como se estivesse fazendo muita falta, né).
Me arrisco a dizer que na verdade até faz falta, mas pra mim.
Andei meio sem tempo pra postar no blog, na verdade ainda continuo sem tempo. Estou escrevendo esse post no horário de almoço (vida de arigó é foda). Faz um mês que não posto nenhuma besteirinha no Twitter, nem por aqui. Mas também não parei de escrever, só não tive tempo pra postar mesmo.
Mas enfim, agora vou começar a postar os textos já prontos, assim economizo tempo e posso postar mais.

É, não tem mais desculpa, agora começou o ano mesmo.
E amanhã já é natal.

As pessoas estão cheias de opiniões. E eu estou cheio delas.
Delas e das pessoas.

Life is a chess game…

A vida é como um jogo de xadrez.
A gente vai traçando estratégias, fazendo planos, movimentando as peças, cometendo erros e acertos. E ao fim do jogo, ironicamente, tanto o peão como o rei acabam dentro da mesma caixa.
_________

Fica a dica.

It’s a mad world… Hard to explain…

Newton, Einsten, relatividade…

Universo, gravitação, espectros…

Vácuo, espaço-tempo, supercordas…

Física, metafísica, alquimia…

Infinitas dimensões, teoria do caos, efeito borboleta…

(…)

E afinal, o que diabos é a tal da quinta essência?!

Esse mundo é tão complicado de se explicar…
Eu queria aprender a fazer um “BOOM”, ou melhor, um “BANG” e criar essa zorra toda também.
______________________

Leis, regras, excesso…
De consciência.
Inércia, passividade, excesso…
De paciência.
(…)
E o barco segue…
Ad Infinitum…

Fim de ano

Final de ano é foda.
Primeiro a cidade vira um completo caos.
E depois mais parece um deserto. Você põe a cara pra rua e… cri cri… cri cri…
Por que???

Who the fuck is Justin Bieber?

Ozzy >>>>>>>>>>>>>> ABISMO >>>>>>>>>>>>>> Justin Bieber

Ozzy é mito!
Sem mais.

Atenção aos procedimentos de emergência!

As pessoas não aceitam a simplicidade das coisas e tem que
COMPLICAR, COMPLICAR, COMPLICAR…
Até ferrar com tudo de vez.

SIMPLIFIQUE!

I wanna be away from here…


Quando essa bomba explodir…

“A vida é feita de atitudes nem sempre decentes, não lhe julgam pela razão mas pelos seus antecedentes.”
__________________
FATO!

Palavras do mestre…

“Stephenie Meyer não consegue escrever nada que valha um retalho”.
______________

SALVE!